174

Pluriagir - Mundificar turma PLURIAGIR_01

Apresentação

A realidade no seu esplendor entra-nos pelo corpo adentro a todo o momento através de diversas janelas. As suas múltiplas faces, cores, odores, são estímulo para a vida e o crescimento de cada um. Procurar a inteireza na resposta a essas propostas do mundo, abertos a uma vivência com todo o corpo, seja através do pensamento, da ação, da consciência da sensação, é a melhor maneira de o receber e de nele permanecer, vivos e cheios de atenção e, simultaneamente, fazer aprendizagens e desenvolver competências. Esta formação pretende ativar a capacidade de resposta dos docentes, em amplo espectro, às exigências educativas do momento atual, buscando diferentes linguagens de pensamento e ação, para melhor orquestrar o gesto de “educar-aprender”, através de metodologias ativas, com maravilhamento e alegria, resgatando aquele entusiasmo inicial tão próprio de quem acaba de chegar ao mundo e se surpreende ao vê-lo, porque ele está sempre em transformação. Propõe-se então a fruição de linguagens expressivas como o movimento, a oralidade, a música, o desenho e a escrita, a performance, para potenciar a singularidade de cada um e encontrar essa diversidade no todo. E, deste modo, criar caminhos de liberdade que cruzem as aprendizagens próprias e competências transversais, implícitas no currículo, de um início de vida escolar, como deverá ser a experiência que queremos propor a partir do pré-escolar, estabelecendo uma relação amorosa com o saber: Irradiante.

Destinatários

Educadores de Infância e professores do ensino básico e secundário e educação especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e professores do ensino básico e secundário e educação especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Objetivos

- Compreender, descobrir e vivenciar as potencialidades do corpo, do movimento e do gesto, aplicados a contextos de ensino-aprendizagem, - Reconhecer, experienciar e aplicar o uso da voz em propostas sonoras, musicais e também na exploração de poesia e textos próximos (ou não) da sua realidade curricular, - Desenvolver uma série de recursos-resposta a múltiplas hipóteses de exigências de descoberta do mundo feitas pelos alunos: Sobre si próprio e sobre o Outro, sobre culturas, sobre o espaço próximo, sobre o planeta, sobre o universo vegetal/humano/animal/espacial, - Compreender, ativar e incentivar a articulação entre os saberes (da escola e da vida) - Aplicar o “gesto artístico” - Usar a criatividade infinita - Entender e aplicar o conceito de “sustentabilidade”

Conteúdos

• A linguagem do corpo: As suas possibilidades de leitura, de expressão de individualidades e transformação do real através da criatividade e ludicidade. • A voz: Oralidade na sua qualidade primeira de comunicar e ferramenta de interpretação de palavras e textos, numa multiplicidade de versões: Ritmo, melodia, harmonia, musicalidades. • O espaço/mundo: A valorização da curiosidade sobre o mundo e o que fazer para estimular essa descoberta: As “plurilinguagens” de resposta e ações de cumplicidade com o que nos rodeia. • Articulação entre a vida e processos de ensino-aprendizagem. • Recursos, criatividade infinita, sustentabilidade dos projetos e de si próprio.

Metodologias

O método utilizado será de participação ativa em momentos de fruição do corpo, da voz, de cumplicidade com o espaço natural e na descoberta de soluções para descobertas que a curiosidade desperta. Por vezes usaremos o método expositivo para visionamento de vídeos, recursos online ou apresentação de conceitos que assim o exijam. Haverá momentos de grupo ou trabalho individual.

Avaliação

Os formandos devem frequentar, pelo menos, 2/3 do número de horas da ação. A classificação dos formandos será feita por níveis de desempenho na escala de 1 a 10, com a menção qualitativa de: • 1 a 4,9 valores – Insuficiente; • 5 a 6,4 valores – Regular; • 6,5 a 7,9 valores – Bom; • 8 a 8,9 valores – Muito Bom; • 9 a 10 valores - Excelente. A avaliação individual dos formandos terá em conta os seguintes itens: - Participação e qualidade das intervenções; - Reflexão escrita acerca da formação.

Bibliografia

“A escola da vida - A arte de ensinar e aprender”. Maxime Rovere. Quetzal Editores, Março 23“Cem sementes que voaram”, Isabel Minhós Martins e Yara Kono. Ed. Planeta Tangerina, Setembro 2017“Como ser um explorador do mundo”, Museu de Arte vida portátil, Keri Smith, Edição: Planeta, Junho 2017“Como ver coisas invisíveis”, de Isabel Minhós Martins; Ilustração: Madalena Matoso. Editora: Planeta Tangerina, 2021“Estava a pensar”, de Sandol Stoddard, ilustrado por Ivan Chermayeff. Editora Bruá

Formador

Maria Margarida Almeida Coelho Mestre

Início: 07-06-2024
Fim: 19-06-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-123633/24
Modalidade: Curso
Pessoal: Docente
Regime: Presencial
Duração: 15 h
Local: Escola Secundária Maria Lamas